chás diuréticos

8 chás diuréticos para inchaço e retenção de líquidos

Todos os tipos de chá são ligeiramente diuréticos, os chás de ervas podem ser considerados uma boa ajuda, natural e válida, para a melhorar a forma física, ainda mais se acompanhados por atividade física regular e uma dieta equilibrada, rica em frutas e legumes da estação. Veja também: Benefícios da salsa.
Os chás diuréticos também são uma ótima opção natural para completar o tratamento de infecções urinárias, já que promovem a eliminação de urina, ajudando a limpar o trato urinário.
Você pode recorrer à alguns chás de ervas, com efeito diurético e emagrecedor, compostos por ervas específicas. Nós mencionamos aqui algumas deles, lembrando que você deve contatar um profissional de confiança para indicar as melhores ervas e saber a quantidade de chá a ser tomada com base em sua condição particular de saúde.

Vejamos alguns chás diuréticos e que por isso, ajudam a emagrecer:

1.Chá de dente-de-leão

O dente-de-leão é uma das ervas com propriedades diuréticas mais pronunciadas. Para a preparação do chá de dente-de-leão é preciso usar um punhado da planta seca (melhor se comprada porque da rua pode ser contaminada) e deixar em infusão em uma xícara d’água quente por uns bons minutos antes de coar e beber.

2.Chá verde

O bem conhecido chá verde tem inesperadas propriedades diuréticas. De acordo com a Universidade de Maryland Medical Center, o chá verde pode ser considerado um diurético seguro. Propriedades adstringentes e emagrecedoras também são atribuídas a ele. Utilize um bom chá verde, de qualidade, de preferência orgânico, que pode ser facilmente comprado em lojas de produtos naturais, supermercados e mercados, a granel ou em saquinhos.

3.Chá de erva-doce

Um chá tanto diurético quanto emagrecedor pode ser feito utilizando 1 colher de chá de erva-doce em 1 xícara de água. Quando a água ferver, adicione a erva-doce, desligue o fogo, tampe, deixe repousar, coe e beba.

4.Chá de malva

Um chá de ervas com efeito diurético, além de purificar o corpo e desinfetar o trato urinário, pode ser preparado com folhas secas e picadas de malva. O chá pode ser preparado colocando 2 colheres de chá de folhas de malva em 1 xícara de água, deixando a infusão descansar por 10 minutos antes de coar e beber. Para 1 litro de água, use 30 gramas de flores de malva na preparação de infusões e decocções.

5.Chá de borragem

Se a dificuldade em emagrecer ou se a retenção hídrica se der por problemas de circulação, que podem causar inchaço, especialmente nos membros inferiores, é possível recorrer a um chá de ervas para preparar na forma de decocção. 10 gramas de borragem devem ser fervidas em 1 litro de água por 5 minutos. O consumo deste chá é recomendado especialmente à noite (1 xícara antes de dormir), no caso de pernas e tornozelos inchados.

6.Chá de Hibisco

É um chá bom para a circulação sanguínea, é digestivo e tem propriedades emagrecedoras e diuréticas, de redução do colesterol ruim, além de ser anti-inflamatório, antibacteriano e atuar inclusive como antidepressivo. Veja aqui todos os benefícios do chá de hibisco, além da receita em como prepará-lo.

7.Chá de gengibre

O gengibre é conhecido por sua ação digestiva, além disso é um termogênico que ajuda a ativar o metabolismo do copro ajudando a emagrecer.

A canela tem muitos benefícios comprovados, entre estes, o de regular o açúcar no sangue o que pode ser interessante no processo de emagrecimento. Para fazer o chá de canela use 1 g canela em pau para cada xícara de água (200 ml). Deixe a canela em infusão por 10 minutos em água quente antes de beber.

8.Chá de cavalinha

A cavalinha é um ótimo diurético, ajuda a reduzir a pressão arterial e o inchaço proveniente da retenção hídrica. Para fazer o chá, ferva por no máximo 10 minutos, um punhado de cavalinha seca para cada litro de água.

Cuidados ao utilizar chás diurético

O consumo de qualquer tipo de chá deve ser sempre orientado por um fitoterapeuta ou um profissional de saúde com conhecimento na área das plantas medicinais.

Os chás diuréticos não devem ser usados por pessoas que já estejam fazendo uso de diuréticos sintéticos, como a furosemida, hidroclorotiazida ou espironolactona. Além disso, também devem ser evitados por pacientes com problemas renais, doenças cardíacas ou pressão arterial baixa.

No caso dos chás diuréticos é também muito importante evitar seu uso por mais de 7 dias, principalmente sem orientação de um profissional, já que alguns podem aumentar a eliminação de minerais importantes na urina, podendo causar desiquilíbrios no organismo.